Outono na Estônia

O verão aqui na Estônia acabou. Estamos no outono e depois de amanhã volto para São Petersburgo na Rússia, mas estou feliz porque daqui um mês volto novamente para Estônia e melhor ainda em pleno inverno, pois dizem que o inverno aqui é rigoroso e neva muito. Bom, mas o outono aqui na Estônia faz muito frio, a neve ainda não caiu e logo cai a primeira neve, sei que daqui a mais ou menos um mês já está tudo coberto de neve, e vou tirar as fotos para colocar aqui pra vocês meus caros leitores. Ontem ás 3 horas da manhã, isso mesmo as três da manhã, resolvi sair pelas ruas de Talin, pois é sexta feira e todos estavam nas baladas, muitos estonianos nas ruas. Aqui é um país super seguro, um estoniano falou-me que aqui chega a ser chato, pois não acontece nada. Kkkk Penso somente: “O que ele quer que aconteça? Porque dá até agonia ligar a "Leia mais …"

Minha primeira neve

Cheguei esse ano na primavera de 2011, então não vi nevar. Havia neve nas ruas e nos gramados, mas nevar mesmo eu ainda não tinha visto. Já estava no final do inverno, sendo exato já era primavera e a temperatura estava a subir. Cheguei em São Petersburgo em abril desse mesmo ano, e estava +5 graus, foi o mais frio que senti quando cheguei aqui. Eu tremi de frio ao sair do aeroporto, tudo branco lá fora, estava impressionado como estava aquelas cenas de filmes russos, cenas de inverno. As arvores sem folhas com as ruas branquinhas. As pessoas empacotadas, possível ver somente os olhos delas. E eu acabado de chegar do Brasil que estava +38 graus quando sair de São Paulo. Sempre ansioso para ver a minha primeira neve, pois queria muito ver nevar, mas só aconteceu ontem à noite, pois a primeira neve desse ano caiu ontem à noite em São Petersburgo. Hoje também está nevando e estou fascinado. "Leia mais …"

A vida na Estônia

Hoje o dia está lindo na Estônia, uma vez que estamos em verão e isso significa, sol, verde e um dia lindo, algo que demora muito para acontecer aqui, pois o inverno estoniano demora e sem falar que é longo demais e a temperatura é muito baixa, a sensação que você vai congelar na rua em questão de segundos. Bom, mais hoje está um dia bonito lá fora e resolvi caminha pelo bairro onde estou nesses meses. Aliás estou adorando aprender o idioma estoniano, não pareceu ser tão difícil assim, pois os casos de declinação são fáceis de entender, pois comparado com o russo nada de segredo ai, mas o problema está nas mil e umas exceções que tem nesse idioma e o fato das vogais com trema, essas vogais são difíceis de pronunciar, mas chego lá. Por enquanto aprendi Tere hommikust que é bom dia. Tere tulemast que é bem-vindo e assim vai, kkk. As ruas em Tallinn são super "Leia mais …"

Um pequeno país no báltico

Faz pouco tempo que cheguei na Rússia. E depois de realizar o grande sonho de estar na grande Rússia vou realizar outro que é conhecer esse pequeno país báltico localizado na beira do mar báltico. É claro que estou a falar da Estônia. O país faz divisa com Rússia,Letônia e pelo mar com Helsinque na Finlândia. Em Narva já pude contemplar a bela Estônia com seu castelo medieval na divisa com a Rússia. Bom, Estônia é mais ou menos do tamanho de Minas Gerais, sua capital Talin e seu idioma oficial é o estoniano (estônio), pois é um idioma parecido com o finlandês. Eu sempre sonhei em pisar os pés nessa terra desconhecida e desfrutar da cultura desse povo tão diferente e distante. A viagem de ônibus pela madrugada e manhã foi realmente como um sonho. Na Estônia é verão, pois tudo por aqui esta verde e as flores estão por toda parte. Cheguei na capital Talin ás cinco horas da "Leia mais …"

Praia de Pirita

Praia de Pirita em Tallinn, no verão estoniano. Mesmo sendo verão á água do mar báltico é super hiper gelada, e o vento que sopra do mar é muito frio, diria quase impossivel de entrar na água, mas vi muitos estonianos aproveitando a praia deles. A visão caminhando pela beira da praia de Pirita é impressionante. Bom, vou ficar quatro meses por aqui, estou aprendendo o idioma estoniano e descobrindo mais e mais sobre esse pequeno país, há primeira vez que vim aqui estava impressionado com esse local. Até o momento não tive problema ao usar o russo nos mercados e no hotel, alias os jovens são mais alegres e falam inglês e não recusam-se em falar russo, mas lembrando que o russo eles tinham nas escolas quando era URSS, hoje em dia não tem mais nas escolas, então alguns jovens não falam tão bem assim ou tem dificuldades de se expressar em russo, mas não custa nada eu aprender um "Leia mais …"

Casa de campo

Estava 4 dias na Дача (datcha), que traduzindo ao português é algo como casa de campo. É incrível como os russos arrumam um meio de passar o verão e ás férias. Eu diria que Datcha é uma casinha de madeira, ou até mesmo de bloco ás atuais, construídas no meio da floresta, onde você pode plantar, legumes, verduras, frutas, flores e colher tudo isso no verão. É um local calmo com ar puro, arvores por toda parte, barulho da natureza. Os russos que não tem essa casinha, chegam alugar elas no verão e passa um mês longe da cidade, do stress do trânsito de tudo e de todos. Acredite, para quem mora na cidade essa é uma boa ideia. Hoje em dia tem eletricidade e água encanada, mas muito tempo antes não havia isso era totalmente mergulhado na natureza sem esses benefícios. Muitas têm poço próximo onde podemos ir e pegar água para beber e tomar banho. O verão aqui na "Leia mais …"

Um brasileiro na Rússia

Esse é o meu primeiro post aqui no blog, ou seja, o blog começa aqui com minha chegada em São Petersburgo – Rússia. Acabei de chegar na grande Rússia, cheguei ontem á tarde, e está sendo tudo novo aqui pra mim, ainda é claro não tive tempo para passear no centro, pois acabei de chegar, mas amanhã farei um passeio pelo centro da cidade, entretanto terei tempo para vários passeios nesse local que de imediato me encantou. É longe demais do Brasil, pois 30 horas de voo, com escala em Amsterdã. E qual a sensação de estar na terra dos grandes reis e rainhas de todos os tempos, de Lenin e dos grandes poetas, artistas incluindo o Dostoievsky? Estou super feliz, mas muito feliz mesmo e a sensação que estou em um daqueles filmes russos. Já pude perceber que aqui tudo é diferente, mas diferente mesmo. As pessoas se vestem diferente, as ruas são diferentes, as casas, os prédios, tudo e "Leia mais …"