Faz pouco tempo que cheguei na Rússia. E depois de realizar o grande sonho de estar na grande Rússia vou realizar outro que é conhecer esse pequeno país báltico localizado na beira do mar báltico. É claro que estou a falar da Estônia. O país faz divisa com Rússia,Letônia e pelo mar com Helsinque na Finlândia. Em Narva já pude contemplar a bela Estônia com seu castelo medieval na divisa com a Rússia.

Bom, Estônia é mais ou menos do tamanho de Minas Gerais, sua capital Talin e seu idioma oficial é o estoniano (estônio), pois é um idioma parecido com o finlandês. Eu sempre sonhei em pisar os pés nessa terra desconhecida e desfrutar da cultura desse povo tão diferente e distante. A viagem de ônibus pela madrugada e manhã foi realmente como um sonho.

Na Estônia é verão, pois tudo por aqui esta verde e as flores estão por toda parte. Cheguei na capital Talin ás cinco horas da manhã, estava muito frio, pois como sempre o vento vinha gelado do mar báltico. Nesse horário só pude encontrar na rua algumas pessoas, ou seja uma ou outra e um estoniano que foi muito gentil em mostrar um pouco do local conversando em russo e dando algumas dicas da cidade. Quando chegou ás dez horas da manhã tinham tantos turistas em Talin que dei graças a Deus por ter chegado cedo, pois depois estava difícil de tirar fotos e caminhar pelas ruas estreitas nesse horário.

A capital Talin é fascinante com suas torres de telhados vermelhos, ruas estreitas de paralelepípedos, casinhas antigas dando um charme medieval a essa cidade que se encontra de frente para o mar báltico. A sensação andando nessas ruas é que voltamos na era medieval.

Valeu muito a pena chegar cedo na cidade de Talin, uma vez que foi fácil para passear e tirar fotos. As dez horas da manhã estava impossível andar pelas ruas estreitas da cidade velha, havia muitos turistas e para minha surpresa estava começando a esquentar. Surpreendi-me como nesse país tudo tem regras, bebidas alcoólicas e cigarros somente a partir das dez horas da manhã começam vender e encerra-se ás 19 horas. Beber cerveja nas ruas somente de lata. À polícia sempre em algum lugar, e qualquer deslize é multa.

O povo estoniano é um pouco fechado, não gostam de falar russo, melhor perguntar antes do que chegar direto no russo, pois mesmo sabendo o russo eles fazem cara de que não falam, ou simplesmente não quero falar em russo, uma pena essa atitude, mas somente eles sabem o que passaram na época da URSS, quando a pequena Estônia era membro da URSS. Os estonianos são atenciosos, quando precisei encontrar a cidade velha eu perguntei em russo para um estoniano na rua e ele filho de russos que sempre moraram na Estônia, não somente explicou onde era a cidade velha mas fez questão de levar-me até o local, foi ai que explicou tudo sobre o país etc. e etc. Orientou sempre perguntar se falam russo antes de pedir qualquer coisa nesse idioma, uma vez que ninguém vai negar passar informação em russo, mas se chegar direto em russo pode acontecer de negarem alguma informação. E eu precisarei, pois de estoniano somente sei a palavra EI que significa não. kkkkk

A moeda aqui é euro, apesar de ser euro é um país barato, serio mesmo, dá para comer tranquilo num restaurante ou reservar um hotel e você vai ver que em comparação com algum outro país da Europa esse é um país barato.

Apesar de muitos não gostarem de falar russo, eu cansei de ouvir russo nas ruas dos próprios moradores, uma vez que aqui há muitos russos, muitos tem parentes estonianos aqui ou ao contrario estonianos que tem parentes na Rússia. Uma ligação forte que mesmo com as magoas do passado há essa ligação para sempre entre os dois países.

Quanto ao idioma eu fiquei impressionado como ele é diferente de qualquer outro que já escutei. As crianças na rua conversando em estoniano dá impressão que é uma língua de outro mundo,parei por um momento para escutar, pois foi uma experiência e muito, uma vez que não dá para entender uma palavra que eles falam, então resolvi que vou estudar um pouco sobre esse idioma. Lembrando que o idioma estoniano não tem absolutamente nada a ver com o russo, são línguas totalmente diferentes. Impossível um russo entender o que um estoniano fala, e entendo o porquê.

Pela manhã estava muito frio mesmo sendo verão, mas depois a temperatura subiu e fez um pouco de calor a tarde.

Bom, essa foi minha primeira visita a esse pequeno e encantador país, logo voltarei nele novamente, pois quero aprender mais sobre esse povo, idioma e cultura. Não perca as novas postagens sobre esse pequeno país no báltico.

Até a próxima!

Não deixe de ver também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.