Leningrado. Era assim chamada a hoje conhecida como São Petersburgo, pois antes da revolução de 1918 a cidade tinha seu nome original que é São Petersburgo, mas depois da queda do império mudou-se para Leningrado, uma vez que vem de Lênin + grado fica Leningrado.

São Petersburgo hoje guarda muita história, principalmente da segunda guerra mundial em que os alemães bloquearam a cidade. Tenha ideia com o bloqueio os russos não conseguiam nem sair da cidade e quem estava fora não conseguia entrar. A ideia dos alemães era matar a população de fome e sede. Ai que começou o terror na mais bela cidade russa. Com o bloqueio alemão, as pessoas começaram a morrer de fome, as casas e ruas bombardeadas, e além disso tudo veio o pior inverno de todos os tempos. Uma coisa que admiro muito nesse povo é que eles não abaixavam a cabeça, pois todos trabalhavam e lutavam juntos para juntos vencerem o inimigo alemão.

Eu cheguei a visitar a chama eterna em São Petersburgo, como você pode ver na foto abaixo, pois abaixo dos meus pés foram enterrados mais de 500 corpos, abriu-se uma vala e eram todos jogados dentro.

Os russos têm o costume de falar que São Petersburgo é um cemitério por completo, uma vez que não é difícil de você cavar e encontrar ossos humanos e isso pode ser em qualquer lugar de São Petersburgo. Acontece que no bloqueio alemão, os cemitérios estavam lotados, não havia mais vagas, então as pessoas começaram a enterrar os corpos onde podiam.

A foto abaixo é de 1942, na avenida Vladimirskiy. Uma cena comum nessa época de pessoas puxarem carrinhos como esse na neve com corpos de alguém da família ou alguém fraco de fome.

Na foto abaixo pode-se ver uma pessoa puxando um cadáver, provavelmente da família pela avenida Nevskiy em 1942.

Andando pelas ruas algumas pessoas simplesmente caiam mortas, devido a fome, pois o povo começava a morrer de fome. As pessoas misturavam cola com pedaço de couro e terra para comerem, afim de evitar a fome. Casos mais terríveis eram os de canibalismo, pois o ser humano quando está com fome transforma-se completamente.

Nas duas fotos abaixo pode-se ver os cadáveres nas calçadas, pois eram pessoas que caiam mortas de fome no caminho para casa ou trabalho. As cenas tornaram-se tão comum pelas ruas de Leningrado, que ninguém já não prestava mais atenção nisso. Vinha um caminhão para recolhe-los das calçadas.

As fotos abaixo são pessoas evacuando suas casas por causa de bombas, as pessoas saiam desesperadas sem saber ao certo para onde ir, sem tempo para levar alguma coisa, pois ás vezes eram pegos de surpresa com ataques dos alemães.

A foto abaixo é de 19 setembro de 1941 na foto pode-se ver as casas número 16 e 18, no lugar da casa 14 a cratera de uma bomba lançada pelos alemães.

Na foto abaixo ás crianças soviéticas brincando nas ruas, no mural está escrito: “Não ultrapasse, perigo de bomba! Cuidado, silêncio, perigoso!”

Na foto abaixo bomba foi lançada na noite de 8 a 9 de novembro de 1942.

Na foto abaixo um artista no meio da rua pintando as casas em ruinas na avenida Nevskiy.

Na foto abaixo algumas pessoas na fila para comprarem bilhetes da peça de teatro. Os russos adoram teatro, mesmo na guerra, meio a tanto terror achavam tempo para distrair-se com teatro com cultura e arte.

O que a guerra fez com esse povo foi terrível. Todo ano é lembrado o bloqueio de Leningrado, ás pessoas que estão vivas os velhinhos ainda lembram disso como se fosse ontem, muitos choram, pois não tem um que não perdeu parentes ou amigos nesse bloqueio alemão.

Para você ter ideia no primeiro ano de bloqueio, morreram de 600 mil a 1,5 de pessoas por diferentes causas relacionadas com o bloqueio. Somente 3% morreram por causa das bombas e tiros, os 97% que restaram morreram de fome, lembrando que isso somente em um ano, sendo que o bloqueio durou de 8 de setembro de 1941 até 27 de janeiro de 1944 total de 872 dias sobre o poder dos alemães.

Hitler ordenou em decreto, eliminar São Petersburgo da face da terra em setembro de 1941.

Os russos resolveram atravessar o grande lago congelado Ladôzhkaya ôzera, de carro ou caminhões com pessoas idosas e crianças para o outro lado dele, assim ficariam longe dos alemães, uma maneira de fugir do terror alemão e salvar suas crianças. O nome da estrada construída no gelo foi de Дорога жизни que traduzindo é “A estrada da vida“.

“A estrada da vida”, salvou muitas vidas. Tenha ideia que era um risco e muito grande, uma vez que tinha o perigo dos alemães atacarem e muitas vezes os carros caiam no gelo e morriam todos que estavam nele congelados. Muitos desses carros não chegaram até o outro lado, os alemães descobriram sobre “A estrada da vida” e aviões começaram a voar sobre o local e atiravam no gelo, essa era uma maneira de matar muitas pessoas congeladas.

Essa estrada de gelo é em cima de uma verdadeira praia congelada, e muito fundo, pois ao atirar e o gelo arrebentar a morte é certa, pois a temperatura abaixo de 40 graus, são 40 graus negativos. Muitos desses caminhões carregados com crianças foram afundados e todas juntas, assim como idosos também. Os russos que tinham a coragem de ir nessa travessia, não tinham a certeza que chegariam vivos do outro lado.

Bom, eu sempre escrevo aqui como essa cidade é bonita e etc., mas hoje quis escrever e mostrar para você que essa cidade bela já passou por tempos terríveis, histórias de terror e medo com muito sangue derramado. Não é algo agradável de ser relembrado, mas existe essa história e isso aconteceu e a luta dessas pessoas para sobreviverem para salvar seus filhos vale a pena ser lembrado.

Eu nem relatei a metade do que já ouvi aqui dos próprios russos, daqueles que viveram nessa época que estão bem velhinhos e mesmo assim não esquecem desse terror e daqueles que sempre ouviram de seus avós histórias que passou-se no bloqueio de Leningrado.

Até a próxima!

Não deixe de ver também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.