Eu sempre recebo esse tipo de pergunta por e-mail. As pessoas questionam se realmente entendo o que se passa na TV, noticiários, ou realmente consigo manter uma conversar profunda com os russos.

É normal tais duvidas, uma vez que o idioma russo é totalmente diferente, exótico ou até mesmo estranho para um brasileiro, mas a questão aqui é: Como você aprendeu esse idioma sozinho? Isso mesmo, sozinho. Não, teve ou tem alguma mágica aqui, o negócio aqui foi estudar e muito, mas muito mesmo. Vou te contar um segredo, em primeiro lugar eu aprendi a amar o idioma russo. Antes mesmo de começar qualquer contato com o idioma russo, aprendi a sentir em como é bom ouvir alguém falar nesse idioma, mesmo sem entender nada, mas nadinha mesmo, uma vez que nem as letras do alfabeto sabia. Comecei a reparar na escrita a pesquisar cada vez mais sobre esse idioma, país e cultura. Eu sempre tive um fascínio pela Rússia, isso vem desde da minha infância, mas nada tão forte como um amor por esse idioma e isso aprendi aos poucos. Quando fui em busca de materiais para estudar russo, lembro que na época encontrei na internet um único livro de 1950, algo assim, antigo é claro, mas era o que tinha naquele momento para estudar, não deu certo, senti dificuldade total, fui em busca de materiais em inglês, então comecei com apostilas da faculdade de Princeton e comecei por esse curso, mas muito bom. Foi aprendendo letra por letra do alfabeto, aos poucos com determinação, disciplina e paciência. Paciência é uma das palavras chaves, uma vez que não é nada fácil aprender um alfabeto novo, pois palavras com aquelas letras pareciam de outro planeta, sensação impossível de um dia poder ler aquilo. Eu sabia que tudo era questão de tempo, nada melhor do que esperar tudo no seu tempo certo. Passou seis meses e aprendi o alfabeto russo, nessa altura eu já estava em total harmonia com esse idioma, aprendi ama-lo cada vez mais e mais. Isso mesmo, eu falo de amar o idioma russo, uma vez que você cria esse sentimento com o idioma que você quer aprender, acredite você chegara a fluência isso é certo, mas se ao contrário, você não senti emoção, desejo ou um amor pelo idioma novo, tornara-se chato, impossível e chega até mesmo desistir, uma vez que não tem nada que te atraia a aprender o novo idioma.

Depois de mais ou menos dois anos estudando esse idioma sozinho, ainda não conseguia entender nada em filmes, desenhos e principalmente noticiários. Conseguia entender algumas palavras, mas porém soltas. A dificuldade estava mais em pensar como um russo, em pensar com todas as declinações e exceções.

Não desisti, pois eu sentia e até hoje sinto um forte amor por esse idioma, falo de amor mesmo, eu amo o idioma russo e meu objetivo era entender, mas entender tudo na tv, nas ruas etc. Preparei-me com todas as ferramentas necessárias, busquei tudo na internet, depois começou aparecer livros nas livrarias para brasileiros que querem aprender esse idioma, comprei-os junto com dicionários. Assisti muitos desenhos animados em russo, mesmo sem legenda, mas assistia cada dia. Filmes russos, pois o mais difícil para entender, muitas expressões e palavras desconhecidas, mas assistia. Músicas eu ouvia-as somente em russo. O idioma russo tornou-se parte da minha vida, estava em mim e eu aos poucos via as coisas ficarem bem claras. Minha paciência vinha pelo amor que tenho pelo idioma russo, pois isso fez com que eu tivesse força de vontade, determinação e disciplina para chegar aonde eu queria com esse idioma. Eu via-me falando em russo, forçava o máximo possível a pensar somente em russo. Não estou aqui afirmando para você que estudar um idioma como o russo, do grupo de línguas eslavas sozinho seja uma tarefa fácil, não isso com certeza não é. Há dificuldades, há momentos que você pensa em desistir, há aqueles momentos em que você fala pra si mesmo, que difícil, como vou pronunciar esse monte de consoantes juntas e esses casos de declinações. O pior ainda, as infinitas exceções. Só que aquele sentimento que você cria em você que tem raízes, falo do amor pelo idioma, sim por causa disso, você simplesmente pensa, que se dane, não desisto porque eu quero falar, escrever, pensar nesse idioma, nesse idioma que amo.

Você pode buscar mil métodos para aprender algum idioma, qualquer método etc., se você não tem aquele sentimento forte por determinado idioma, acredite o resultado não será tão fabuloso quanto você esperava.

Já vi muitas pessoas que chegaram pra mim e falaram: Eu quero aprender russo! Penso, ótimo. Pergunto por qual motivo? Daí a resposta pode ser de várias maneiras: Porque eu sou curioso. Porque o idioma russo é bonito. Porque a escrita é bonita. Porque gosto da Rússia. Porque conheci uma russa. Porque vou para Rússia. E são várias respostas, mas nenhuma concreta que levara essa pessoa a enfrentar todas as dificuldades que tem a aprender um idioma eslavo difícil como o idioma russo. E qual seria essa resposta? Porque eu amo o idioma russo. Porque sonho em ver-me falando nesse belo idioma.

Achar um idioma bonito, belo tanto na escrita quanto na pronuncia não significa que você vai conseguir fluência ou o resultado esperado se você não criou ainda o sentimento de amor por esse idioma. Aprenda a amar o idioma que você quer aprender, aprenda a sentir a agradável sensação se você estivesse comunicando-se naquele idioma. Eu mesmo acho italiano um idioma bonito, mas nunca aprendi, já até uma vez comecei, mas não segui em frente, uma vez que o desejo a emoção acabou e nada mais do que isso eu sentia, uma vez que não criei um amor por esse idioma ao contrário do idioma russo, francês e até mesmo estoniano (estônio).

Quando a primeira vez consegui comunicar-me em russo sem dificuldades, sem dicionários, os russos entendendo o que falo e eu entendo o que eles falam, é uma alegria infinita, pois eu estava comunicando-se em russo no idioma que adoro, que amo demais. Esse fato só fez eu melhorar cada vez mais a comunicação nesse idioma e você poderá fazer isso também.

Há pessoas que desistem logo quando veem palavras em russo como essas abaixo:



Não, Não é motivo para desistir quando der de frente com palavras assim. No início é estranho ou até mesmo assustador, mas isso faz parte do idioma novo que você está aprendendo e um dia você vai entender como as palavras funcionam, como ler algo assim e etc. Pare e pense! Você acha mesmo que uma criança que está começando a ler e escrever numa escola vai entender de imediato alguma dessas palavras? É claro que a mesma sensação que você tem de início é a mesma que uma criança russa tem, mas e daí, que se dane, ela vai aprender e você também, uma vez que você retirou eliminou de sua cabeça a ideia de que é impossível.

Leia livros infantis em russo! Assista filmes, seriados e novelas em russo! Anote palavras com frases e procure nos dicionários. Evite palavras soltas, monte frases e anote frases para estuda-las depois. Vamos lá! Comece agora em vez de deixar para depois.

Por que eu quero aprender russo?

Você que está lendo esse post aqui no blog, já parou para pensar em por que você quer aprender russo?

Independente do motivo já é o primeiro passo, pois realmente estudar esse idioma vale muito a pena. Mais uma vez eu repito aqui, porém aprenda a amar esse idioma, pois esse será o segundo e o maior passo que você pode dar para chegar até o resultado esperado com o belo idioma russo.

Se você está aqui nesse blog, nesse post porquê de alguma maneira o idioma russo agrada você, pois daí, você está a um passo para criar o sentimento de amor por ele. Como isso funciona? Escute alguma coisa em russo, mesmo por um minuto sem entender nada, mas perceba em como soa para você ouvir as pessoas falando nesse idioma. Pense em como é bonito o som das letras em russo, das consoantes sendo pronunciadas fazendo um som único. Imagine você falando nesse idioma também. Imagine a felicidade que você vai sentir quando em um dia conseguir entender tudo o que estão falando. Pegue algo escrito no alfabeto russo e observe em como é bonita as palavras em russo, em como são diferente de tudo o que você já viu. Mesmo que você pense: Não entendo nada do que está escrito. E daí! Isso vem depois, primeiro aprenda a ver a beleza que há nesse idioma que você quer aprender. Não terá volta, você aprendeu e vai com você para vida toda e será seu orgulho, ou seja o seu maior orgulho, porque você sonhou com isso, porque você quis isso. Costumo dizer que é o idioma eslavo mais bonito que já ouvi, além do polonês, ucraniano e tcheco, pois o russo é fantástico ele tem tudo em um idioma só. Não é fácil, mas se eu consegui sozinho, porque você não pode? Claro que pode, todos nós somos capacitados a aprender um idioma novo, independente de qual, apenas requer esforço e o simples fato de aprender a amar o idioma que você pretende ter fluência.

Então primeiro de tudo faça a si mesmo a perguntar, por que eu quero aprender russo? Independente do motivo crie daí os próximos passos para chegar no caminho certo.

Será que consigo aprender sozinho?

Isso vai depender de cada um. Tem pessoas que conseguem aprender um idioma sozinho, mas tem pessoas que precisam de aulas particulares ou em salas de aulas, pois o importante aqui é você dar um passo para seguir o caminho certo, sendo de forma independente ou não.

Lembre-se que mesmo aprendendo sozinho vai ter momentos que você vai precisar de ajuda para esclarecimentos de alguns pontos gramaticais, pronuncias e etc.

Eu aprendi russo sozinho, comecei a estudar esse idioma no ano de 2003. Depois de um tempo mesmo tendo um ótimo efeito estudando sozinho, precisava de ajuda com alguns pontos gramaticais e etc., para isso procurei amigos russos e eles ajudavam-me no esclarecimento de muita coisa.

Ouça! Ouça! Ouça e mais uma vez ouça!

Isso mesmo que estou a reforçar aqui. Destrave o ouvido, deixe o seu cérebro acostumar-se com o novo idioma, com os novos sons desconhecidos. Seu cérebro precisa escutar e muito. Faça os seus fones de ouvido a extensão da sua pele. Ouça bastante. Não menos do que uma hora por dia, ouça o suficiente que puder.

Não deixe de ouvir nenhum dia, pois isso é importantíssimo. Ouça músicas russas, ouça diálogos de seriados, novelas etc. Ouça livros infantis. Tem muitos áudios de livros infantis e tente em algum momento acompanhar lendo o que está ouvindo.

Entenda que você precisa ouvir e muito, mesmo indo para o trabalho, mesmo não estando em casa, mas deixe seus fones de ouvido ligados e grudados em seus ouvidos.

Mas eu nem sempre vou prestar atenção naquilo que ouço. Principalmente se eu não entender nada. E daí?! Não esqueça que é o seu cérebro que precisa ser alimentado e impulsionado com os sons novos, isso independente se nas 5 horas que você está ouvindo somente dez minutos ou uma hora prestou atenção. Isso vai requerer tempo, o cérebro vai precisar de tempo para processar o som novo que você está ouvindo, dai, quando você menos esperar vai entender aos poucos, palavras soltas, depois frases completas e o contexto daquilo que está ouvindo, então ouça e ouça!

Leia! Leia e leia!

É claro que tem todo um processo para aprender um idioma e ouvir é um deles, mas também não podemos esquecer de ler. Ler ajuda muito adquirir novo vocabulário, escrever melhor.

No seu idioma materno, se você não lê muito, sabe que vai surgir duvidas de ortografia na hora que precisar escrever algo etc. Se você é uma pessoa que lê, então sabe que problema com isso será pouquíssimo ou até mesmo não terá. O mesmo acontece com o idioma novo, pois lendo no idioma novo você conhece palavras novas e melhora na ortografia.

Comece com livros infantis. Leia e releia até o contexto fica claro para você. Preste atenção em como as palavras se comportam nas frases.

Mas, você morou na Rússia!

Sim. Eu já ouvi isso. Você fala russo porque morou na Rússia. Não é bem assim. Antes de eu ir para Rússia já fazia um bom tempo que eu falava em russo. Comecei aprender russo em 2003 sozinho, depois no ano de 2011 fui para Rússia. Eu já estava fluente quando fui para Rússia. É claro, meu caro leitor que na Rússia foi digamos, a cereja do bolo, o idioma é vivo é o pensamento daquele povo, daquela população, assim, tem palavras novas, gírias etc., coisas que aprende mesmo estando no país de origem, melhorar a pronuncia e entendimento.

Quando eu cheguei na Rússia eu dei graças a Deus por ter estudado esse idioma antes, uma vez que teria muito, mais muito esforço para entender tudo estando lá. Então, eu aprendi russo mesmo, sozinho no Brasil, fui para Rússia fluente, mas lá é claro foi o ponto essencial, o que é normal.

Um idioma ele é vivo, muda com expressões novas etc. Pois nada quanto ao meu contato com o idioma russo mudou, ouço sempre em russo, assisto muita coisa somente em russo, escrevo e leio livros em russo. O idioma russo faz parte da minha vida e vai fazer para sempre. Dizem quando aprendemos um idioma novo, adquirimos uma alma nova, então eu tenho que afirmar que adquiri minha alma russa e isso é algo que não tem preço. O meu amor pelo idioma russo é eterno.

Bom, encerro aqui. Pense no que leu e conclua o que é bom, importante para você ao estudar o belo idioma russo. Não tenha dúvidas quanto ao idioma russo, uma vez que ele é o mais belo idioma dos idiomas eslavos.

До свидания!


Não deixe de ver também!

6 thoughts on “Como você aprendeu russo?”

  1. Olá, Marcus! Também estou estudando o idioma russo sozinho. Apesar de ser um admirador da cultura russa de longa data – também tenho 32 anos, e lembro-me das histórias da URSS, da queda do muro de Berlin, dos “enviados” da rede Globo para Moscou sempre acompanhados dos militares do exército vermelho, enfim – mas somente agora em 2016 criei coragem para aprender este belo idioma. Sozinho! E o ponto principal, em relação as crianças, como vc mencionou, é o “negativismo”! Crianças não tem o negativismo com elas, pois pra elas as coisas sempre irão dar certo. Coisa que os adultos perderam ao longo da vida. Temos sempre que pensar positivo e estudar de maneira apaixonada. E acho que estou no caminho certo: me achava um louco – e pessoas ao meu redor também – por sempre ouvir rádios russas mesmo sem entender NADA!..KKKK… Perguntam para mim: “vc entende o que tão dizendo aí?”, eu digo: “não”, e começo a rir! Também sou apaixonado pela língua italiana, ao contrário de vc, acho encantador e um dia irei aprender. A língua germânica também, a língua da “fúria”, talvez por eu ler muita coisa sobre guerras, especialmente a II Guerra Mundial. Já acho o francês um pouco estranho, mas gostaria de um dia aprender só de curioso, quem sabe eu me apaixone também.
    Gostaria de saber se vc indica livros para o aprendizado do idioma russo, hoje dispomos de muita coisa e é difícil saber o que realmente vale apena, e eu gosto de mesclar método digital com livros físicos. Acho que computador me distrai muito, então eu gosto de ás vezes pegar um livro e ficar sozinho em um canto. Já ouvi falar dos Assimil, mas são caros e não sei se prestam, e não sei se existe para o idioma russo.
    Obrigado por compartilhar seus conhecimentos!

    1. Cléo Araújo,
      Muito obrigado por acompanhar o site. Achei interessante sobre os enviados da globo em Moscou e ainda acompanhados pelo exercito vermelho, isso realmente não cheguei a ver, Vou pesquisar na internete, fiquei curioso.
      Ouça bastante, mesmo sem entender. Vai chegar um dia que você vai começar a entender, acredito,somente precisara de tempo isso é fundamental.
      Sobre livros em português, eu cheguei uma época a comprar uns livros de capa vermelha da Tanira Castro, não são ruins, mas tem que ter cuidado com erros de ortografia que aparece neles.
      Sobre o assimil, ele é um método muito bom, mas somente para quem fala francês. Usei ele para aprender russo e ajudou me bastante.
      Um método muito bom também é da universidade de Princeton, mas todo em inglês.
      Assista series em russo!

  2. Olá, Marcus! Sei que o post é antigo, mas mesmo assim, gostaria de lhe agradecer. Tenho 14 anos, e assim como você, desde pequeno sou apaixonado pela cultura, pela língua e por esse lindo país que é a Rússia. Há 1 ano comecei a aprender russo sozinho, mas eu não tinha a mesma facilidade que eu tenho com o inglês. Eu já assistia séries sem legenda e até pensava em inglês com apenas dois anos de curso. Porém, com o russo, eu não encontrei essa facilidade enorme. Desisti logo na primeira dificuldade, mas o meu sonho de conhecer a Rússia e de falar esse idioma não desapareceu, eu apenas precisava de mais motivação, até que eu conheci seu blog. Ia deixar algumas palavrinhas bobas estragarem meu sonho? Não mesmo. Inspirado por você, que conseguiu falar russo com muito esforço, e já foi para a Rússia, eu retomei meus estudos há algum tempo e já fiz grandes avanços. Hoje já consigo ler algumas frases e entender algumas músicas. Todo dia fico trancado 24 horas no quarto com uma apostila e fones de ouvido, e mesmo assim, com um sorriso no rosto, pois estou caminhando para realizar meu maior sonho. Obrigado por não me deixar desistir!

    1. Caio boa noite,
      Não tem problema algum pelo post ser antigo, pois respondo a todos comentários independente do post.
      Fico muito feliz que vc não desistiu do seu sonho de aprender russo e que através do meu site você encontrou animo para voltar a estudar esse idioma muito belo.
      Não desista nunca! Não se preocupe com a fluência, pois isso vem com o tempo. Escute bastante em russo e o importante, todos os dias! Não tenha medo de errar, pois é com os erros que chegamos ao caminho certo.
      Você diz que já consegue ler algumas frases e entender músicas, pois isso já é um enorme passo. Continue assim, pois logo você vai estar fluente nesse belo idioma.
      Não é a mesma coisa estudar inglês e russo, pois são idiomas totalmente diferentes e não tem nada a ver um com o outro, por isso a mesma facilidade que você teve com o inglês não é a mesma com o russo. O russo é um idioma eslavo, ou seja já dificulta ai para todos nós que não falamos nenhum idioma eslavo, mesmo assim entre os idiomas eslavos o russo e o polonês são considerados os mais difíceis de aprender. Isso tudo quer dizer que paciência, disciplina e força de vontade tem que ter e muito. Vejo que isso você tem e é isso que vai te levar a falar russo, acredite.
      Desejo boa sorte no seu aprendizado do idioma russo! Não desista jamais! Qualquer duvida pode deixar em comentários!

  3. Olá Marcus!
    Não pude deixar de comentar a respeito desse post, com o qual me identifiquei bastante. Aliás, me identifiquei com toda a sua história. Você disse que começou a estudar em 2003, eu comecei em 2004, no tempo em que existia o site Rússi@Net (que fornecia uma apostila própria em português e tinha um fórum repleto de usuários e informações). Também havia o site da Universidade de Princeton (que você mencionou no texto, que disponibilizava um curso gratuito, que por sinal era bem completo, com apostilas em pdf e áudios em mp3). Ambos os sites não existem mais, infelizmente. Na época, cheguei a entrar em contato com o idealizador do curso da Princeton, ele disse que tinha sido demitido da universidade.
    Muita gente pergunta “por que a Rússia?” (principalmente os próprios russos). Com você deve ser o mesmo. Você já chegou a se perguntar a razão de tanto interesse nessa cultura? Já chegou a cogitar que isso tenha a ver com vidas passadas?

    Parabéns pelo site. Parabéns pela realização de seus sonhos.
    Abraço!

    1. Ola Rafael,
      Obrigado pelo seu comentário e fico contente que tenha se identificado bastante com o post.
      Respondendo a sua pergunta. Sim, varias vezes já cheguei a me questionar sobre essa paixão grande por esse gigantesco país. Com certeza já pensei nisso também, sobre vidas passadas, as vezes brinco até mesmo com isso. Gosto bastante desse país e tudo é possível, simplesmente eu penso o porque não?. Só sei que nesse país eu me sinto como se estivesse em casa.
      Fique a vontade para comentar no blog!
      Abraços!
      Marcus Diego

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.