Mais um lugar para você visitar em São Petersburgo. Essa fortaleza tanto é conhecida como a Петрокрепость – Pietrôkriepost’ que em português é fortaleza de Pedro, mas tem um outro nome bem mais conhecido como Крепость Орешек – Kriépost’ Ariéshek.

Como faço para chegar até lá? Você vai precisar primeiramente estar em São Petersburgo, daí pegar o trem até a cidade de Шлиссельбург – Shlissel’burg ou Нотебург – Noteburg, os nomes dessas cidades não são russos, mas sim suecos, ficou assim como Pedro I queria.

Bom, deixa eu ser mais detalhista, uma vez que a fortaleza encontra-se na ilha, então são duas maneiras de chegar até lá. Uma delas é chegar do centro de São Petersburgo até a cidade e na cidade pegar o barco até a ilha onde encontra-se a fortaleza:
  1. Você tem que chegar até a cidade de Шлиссельбург – Shlissel’burg, sendo assim você em São Petersburgo vai comprar a passagem na estação Финляндский вокзал – Filiandskiy Vagzal. O destino do trem é até a estação Петрокрепость – Pietrôkriepost’, pois fica na cidade de Шлиссельбург – Shlissel’burg.
    O tempo que leva para chegar nessa cidade é em torno de 40 minutos a uma hora.
  2. Bom, agora que você já se encontra na cidade de Шлиссельбург – Shlissel’burg, você vai precisar do barco até a ilha onde está a fortaleza. O barco custa 250 rublos para uma pessoa adulta, conseguinte criança de até 7 anos é gratuito acima disso é 200 rublos. Quanto a isso não se preocupe, pois ao chegar lá o que mais tem é barco para deixar os turistas no local. Lembrando que isso tudo é no verão, pois inverno não funciona, o mar congela e o barco não tem como chegar até lá.
A fortaleza em si é um museu, pois os bilhetes custam 180 rublos para adultos e demais tanto estudantes quanto aposentados 80 rublos.
O tempo de funcionamento é:
  • 01 de maio até 31 de outubro.
  • Horário de funcionamento das 10 até ás 18 horas.
  • Finais de semana e feriados das 10 até ás 19 horas.
Na estação você vai ver a réplica do trem na época da URSS. Como na foto abaixo:

Para chegar até a pequena ilha onde está localizada a fortaleza, você precisara pagar pelo barco, pois deixa o turista no local e depois traz de volta.


Como pode-se ver na fotografia abaixo a ilha é pequena de 200 a 300 metros, nascente do rio Neva.



A fortaleza é rica em história, tudo começou em sua construção em 1323 pelo príncipe Yuri Danilovitch, a primeira fortaleza foi construída de madeira nesse mesmo ano.


No ano de 1348 os suecos tomaram a fortaleza, mas em 1349 os russos tomaram-na de volta nessa batalha entre russos e suecos a fortaleza de madeira não aguentou e foi totalmente queimada. No ano de 1352 os russos voltaram a construir novamente a fortaleza, mas dessa vez de pedra com paredes de 5 a 6 metros de altura como nas fotos acima. Da fortaleza de madeira que havia anteriormente não sobrou nenhum rastro, pois foi totalmente reconstruída de pedras.
No ano de 1458 houve uma reforma na fortaleza, pois dessa vez construíram paredes muito mais grossas e próximo da água, uma forma de defesa maior ao local contra os inimigos.
Pedro I ordenou a colocação da chave na torre uma forma de representar a vitória russa sobre os suecos, sendo que agora de uma vez por toda a fortaleza pertence a Rússia. Definitivamente os suecos não tinham mais chance alguma de querer tomar novamente essa fortaleza.
No final do século XVIII a fortaleza virou prisão política. Em 1884 foram muitos presos nesse local, incluindo revolucionários. Em 1907 foi local de trabalhos forçados aos prisioneiros. A revolução de 1917 salvou a fortaleza da fama de prisão e os prisioneiros libertados, as armas que eram guardadas no local ficaram como museus.

Bom, mas nem dos alemães a fortaleza ficou salva, pois em 1941 os alemães tomaram a cidade de Шлиссельбург – Shlissel’burg, sendo assim não perderam tempo e invadiram a fortaleza. A linha de frente de batalha foi justamente na fortaleza. Houve muitos bombardeios no local, pois as ruínas dessa guerra estão até hoje como nas fotos abaixo, um pedaço da história e prova do que aconteceu.

A catedral Ivan construída em 1828 totalmente em ruinas devido a invasão alemã na segunda guerra mundial.
O memorial da guerra no local está entre as ruinas da fortaleza de Pedro.
Lembrando que a fortaleza está até hoje em reforma, como reforma custa caro demais então ninguém sabe quando ficará totalmente pronta. Na minha opinião não precisaria reformar, deixasse como esta, pois é uma verdadeira viagem ao tempo, você começa a caminhar no local e viaja mesmo, pois imagina que antes era tudo de madeira, que os suecos naquele tempo invadiram o local os russos sempre defendendo o que é seu com garras e unhas. Pois as paredes em ruinas, o cheiro da história está nesse lugar. Vale muito a pena você visitar esse local, pois vai sair de lá com o gostinho de que eu preciso voltar. Você percebe que esse mundo é grande demais e que o mundo especifico Rússia é fascinante, mas muito fascinante.

Não deixe de ver também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.