Esta é a segunda vez que estou aqui na cidade de Riga na Letônia, quando fui em maio desse mesmo ano era verão, calor, sol tudo verde e bonito. Agora aqui é outono e chovendo o tempo todo, um vento frio. Cheguei na rodoviária 06 horas da manhã. Enquanto esperava o quarto ficar pronto no hotel, resolvi caminhar pelo centro da cidade para matar a saudade desse belo lugar. Fui no Mcdonalds e a menina atendeu-me em russo, depois um rapaz que estava ao meu lado em letão, depois chegou um alemão e atendeu em alemão, nossa quantas línguas aquela atendente do Mcdonalds fala? Conversando com ela, pois os letões são muito simpáticos e fáceis para conversar, principalmente os jovens. Ela disse que fala, letão, alemão, russo, polonês, lituano e inglês. O local estava vazio pela manhã, mas ressaltando quando foi 18 horas ao voltar no mesmo local, não conseguir entrar, pois estava lotado, a fila para entrar no Macdonald no centro de Riga estava dobrando a rua.

Bom, mas como já havia caminhado muito por Riga da última vez que estive por aqui, então no segundo dia que foi ontem, acordei pela manhã e resolvi correr até a estação de trem e pesquisar a passagem para o litoral da Letônia especificamente a cidade de Yurmula, pois famosa pela praia e onde vai muitos famosos russos etc.

O trem ia sair em 5 minutos, a mulher do caixa falou que se eu corresse ainda dava tempo de entrar nele, fui a mil correndo pelos corredores largos a procura da minha plataforma e cheguei bem em cima, pois o trem já estava partindo, mas conseguir entrar nele e fui para o litoral em Yurmula.

A praia de Yurmula estava vazia, devido ser outono e a temperatura estar 0 graus, ventava muito, havia alguns turistas no local tirando fotos e passeando pela pequena cidade. Lembrando quando é verão, essa praia chega ao estado de você não conseguir caminhar nela, pois todos correm para cá.

E, uma coisa que não vi em nenhuma outra praia, mas um banco na beira do mar:

Algumas casas em frente a praia de Yurmula.

A pequena cidade do litoral da Letônia, parece ter sido montada, as casas bonitas parecem de brinquedos, ruas limpas, pessoas educadas. Resolvi dar uma volta pelas ruas de Yurmula para tirar algumas fotos.

Ao lado da estação de trem tem um rio que corta a pequena cidade.

Essa foto abaixo é da estação, pois a impressão que estou em alguma cidadezinha do interior.

Há um show humorístico na TV russa, onde os humoristas russos se reúnem para apresentar todo final de semana, o show é gravado no hotel na própria Yurmula.

O trem para Yurmula não é novo, mas sim um trem soviético, que sai de Riga até a estação Majori. Não esqueça que o J é lido como um i para formar ditongos, pois Majori lê-se Maiori com som forte no a.

Até a próxima!!!

Não deixe de ver também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.