Vamos falar hoje de um assunto um tanto polêmico e põem polemico nisso. O aborto não é nada fácil de se falar, uma vez que divide várias opiniões diferentes de pessoas que são totalmente contra por qualquer motivo independente do que tenha acontecido com a mulher. Há aquelas pessoas que são totalmente a favor por ter sua opinião própria formada sobre esse assunto.

“Marcus, é verdade que na Rússia o aborto é liberado?”

Bom, vou responder essa pergunta que recebi por e-mail fazendo um post sobre isso, uma vez que pode ser a dúvida de outros leitores também.

– Sim. Aqui o aborto é liberado. É claro que não é simplesmente chegar e vou fazer um aborto, o que é certo o médico tem a obrigação de convencer  a mulher a manter a criança e deixar ciente dos riscos que corre, pois são muito grandes e complicados levando a mulher até mesmo a morte que é o caso mais grave ou deixando a mulher incapacitada de engravidar novamente o que ocorre com 2,5% das mulheres na Rússia depois de fazer o aborto. Ocorre dos médicos fazerem isso? Nem sempre é assim, as clinicas credenciadas que tem permissão por fazer o procedimento tem que seguir essa regra, mas não vamos esquecer que há muitas clinicas clandestinas por toda parte e essas só querem uma coisa o dinheiro, pois o que vai acontecer se vai haver problema com a mulher e etc. já é um problema dela.

Muitas vezes quando a moça engravida e por algum motivo a clínica credenciada recusa a fazer o procedimento, pois o médico sabe que o risco é grande e aconselha a pessoa a não seguir em frente deixando bem claro das complicações que ela corre, mas muitas não chega a ouvir o conselho e corre para uma clínica clandestina onde cobra caríssimo pelo serviço e não está nem ai com o que pode acontecer.

A igreja ortodoxa russa é totalmente contra a pratica do aborto, mas não tem poder o suficiente para impedir essa lei que libera essa pratica. As tentativas da igreja sempre foram derrubadas e segue a lei liberando a pratica do aborto.

Os russos ortodoxos é obvio, condenam essa pratica, mas eu já vi ortodoxos a favor, o que gera um paradoxo. Há pessoas que são 100% a favor como há aquelas que são 100% contra e ninguém aqui esconde sua opinião sendo a favor ou contra. Não é difícil encontrar uma mulher que assume que em algum momento de sua vida fez o aborto.

O problema maior não está na lei que libera o aborto, uma vez que o médico acaba em muitos casos convencendo a mulher a seguir em frente com a gravidez,(entenda que os médicos são completamente contra tal pratica) mas o problema está na pratica ilegal, pois as clinicas ilegais que fazem essa pratica sem ao menos deixar a mulher ciente de que o risco que ela corre é muito grande ou até mesmo em casos que a mulher não pode fazer por algum motivo grave, mesmo assim por dinheiro essas clinicas ilegais fazem o procedimento e isso resulta em 25% das mortes por aborto ilegal. Ano passado 340 mulheres morreram por causa do procedimento ilegal.

Um médico russo Владимир Николаевич (Vladimir Nikolaievitch) disse em uma entrevista que a função dele como médico e de todos os médicos não é fazer abortos, mas impedir o aborto.

Esse é um assunto tanto polemico por aqui, pois quem defende vai arrumar todos os argumentos possíveis para manter sua opinião de pé. Aqueles que são contra usam todas as armas para provar que é uma pratica ilegal e abominável etc.

Até a próxima!

Não deixe de ver também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.